• Conteúdo por amper.ag

Porque o Coworking se tornou um grande fator de sucesso para os freelancers



Quantos freelancers você acha que estão ativamente envolvidos em seus empregos hoje?


Tente encontrar uma resposta para essa pergunta e você não vai achar. Mas o que descobriu-se, foi que todo profissional prestador de serviços, em 20% das organizações globais está fazendo algum tipo de freela de vez em quando.


Alguns estão criando logotipos, outros escrevendo artigos e outros desenvolvendo aplicativos iOS para seus clientes. O que os leva a essa linha de trabalho, apesar de terem empregos regulares?


Dinheiro, liberdade ou horário de trabalho flexível. Provavelmente todos eles, é por isso que os freelancers mais bem-sucedidos deixam seus empregos para fazer parte da "Gig Economy" - uma economia alternativa que consiste em pessoas com trabalhos temporários, como autônomos, freelancers e serviços como Uber e Airbnb. A Gig Economy é um resultado da flexibilização do mercado de trabalho diante da era digital.


Separe os funcionários regulares e os que são freelancers regulares, que desempenham um papel importante na Gig Economy. A maioria desses freelancers é da geração millennial, motivada pelo desejo de ganhar dinheiro de acordo com sua conveniência e não e tem muita convergência com empregos regulares das 9h às 18h.


Um estudo estimou que até o ano 2020, quase 40% da força de trabalho americana estará baseada em prestadores de serviços que optarão por não ir a qualquer escritório.

Costumamos dizer com o tempo que a sociedade e seus sistemas precisam mudar, caso contrário serão considerados anacrônicos. Uma dessas mudanças na cultura do trabalho é o coworking, que levou o mundo do trabalho freelance a uma revolução.


A razão para uma afirmação tão ousada é que o coworking provou ser uma grande melhoria na cultura de trabalho dos millennials. Eles preferem trabalhar de forma independente, apenas porque não estão acorrentados à mesa e podem aproveitar todos os momentos da vida.


Essa liberdade de trabalhar de acordo com sua própria agenda é o maior motivador e o torna responsável, interativo, envolvente e apto a trabalhar por conta própria.

Agora, por que e como o coworking conseguiu derrubar o modelo antigo de "freelance em home-office" e incentivou os “freelas” a abdicar do sofá é outra história, que abordaremos a seguir. Então, vamos começar e entender como o coworking se tornou o maior fator de sucesso para os freelancers:


Apenas 2 minutos de Facebook


Esta frase é o epítome da procrastinação, sempre que você diz que passará os próximos dois minutos no Facebook, isso significa que você está perdendo o foco no seu trabalho.

Um espaço de coworking atua como um impedimento e um motivador para ambos, você notará que todos na sua mesa estão ocupados ganhando dinheiro e você está perdendo seu tempo olhando para algo que não tem nada a ver com o seu trabalho.


Eu acho que os espaços de coworking inculcam um senso de disciplina nos freelancers e os fazem perceber que não estão sozinhos nesse campo.


O ritmo circadiano do trabalho


Não importa o quanto você tente manter uma rotina de trabalho em casa, deve ter havido casos em que você se esqueceu dessa disciplina. Semelhante ao nosso corpo, nossa vida também deve ter um ritmo circadiano, que separe o trabalho de casa.


Isso não significa que estamos voltando à rotina tradicional do escritório das 9h às 18h, mas o objetivo é perceber a importância de uma distinção entre trabalho e casa. Quando você trabalha em um espaço de coworking o dia ou a noite, notará um certo grau de melhoria no que diz respeito ao seu foco, concentração, capacidade de raciocínio e velocidade de trabalho.


Freelance não é um trabalho de super-herói 


Quem disse que você tem que trabalhar sozinho como freelancer? O isolamento não é a chave do sucesso, pelo menos não no século XXI. Ao trabalhar em casa, você perde uma grande rede de interações sociais e criação de comunidades.


Os espaços de coworking são perfeitos para freelancers porque são semelhantes a um escritório, mas não são um escritório, mas podem ser chamados de escritórios sociais.

Você pode criar conexões com pessoas que pensam da mesma forma, reunir algumas idéias de pessoas sobre tópicos variados, conversar com seu vizinho. No geral, um espaço de coworking se assemelha a uma enciclopédia social na qual você pode aproveitar as informações sob demanda e criar um vínculo com toda a comunidade.


Fazer parte de algo é muito melhor do que ficar sozinho e é por isso que Watchmen é mais bem-sucedido que o Lanterna Verde.


Os espaços de coworking são antolhos


Você deve ter visto em uma corrida de cavalos que os olhos dos cavalos estão cobertos com algumas abas de couro, eles são chamados de antolhos. Eles ajudam o cavalo a manter o foco à frente e evitar qualquer distração dos cavalos que ultrapassam.


Considere o seu trabalho como uma corrida, você é o cavalo e o espaço de coworking é um pisca-pisca. O ponto é que ele permite focar e evitar toda a distração em casa. Imagine que você está sentado em sua casa e uma visita não convidada aparece, o que você pode fazer além de ser hospitaleiro?


Trabalhar em um espaço de coworking ajudará você a desviar todas essas pequenas distrações e a estar atento ao seu trabalho.


Força de trabalho sempre pronta

Em média, quase 129 pessoas trabalham regularmente em cada um dos espaços de coworking. Agora imagine que seu cliente deseja que você crie o site dele juntamente com o desenvolvimento do aplicativo.


Você pode não ser um webdesigner e nenhum deles está disponível em sua casa ou no seu bairro. Mas se você checar com seus vizinhos coworkers, certamente encontrará vários designers de sites. Portanto, você tem um grupo de pessoas prontas para trabalhar sentadas ao seu lado todos os dias em todos os espaços de coworking.


Profissionalismo 


A maioria das pessoas pensa que a economia freelancer não contribui para o PIB e, portanto, não sente vontade de se arrumar para uma reunião ou participar de eventos regulares. Mas você sabe o tamanho da Gig Economy?


De acordo com a Field Nations, atingirá impressionantes US$ 2,7 trilhões até o ano de 2025.

Isso é digno de aplausos, pois você faz parte dessa economia e, em segundo lugar, também obriga a pensar que o modo como encontro meus clientes reflete minha abordagem em relação a meu trabalho.


Encontrar um cliente em casa "vestindo pijama" mostra uma imagem pouco profissional e atrasada. Os espaços de coworking têm salas de reunião e salas de conferências exclusivas ou até skype pods que ajudam a criar uma impressão duradoura e também imprimem uma imagem profissional no seu cliente.


No geral, o coworking é e será a aposta mais bem-sucedida para freelancers e funcionários regulares, aprimorar suas habilidades, criar conexões, fazer parte da comunidade, se aprimorar de acordo com as demandas de seus clientes e, o mais importante, trabalhar sem se sentir pressionado e sobrecarregado.


Original publicado em: http://bit.ly/2kPcGy2


15 visualizações

Contate-nos

Ligue pra gente para agendar uma visita ou, se preferir, envie sua dúvida pelo formulário ao lado. ​
 

Nidos.Work • Alameda Franca

Nidos.Work • Vila Pamplona


Nidos.Work • Alameda Santos 

Nidos.Work • Liberdade / Metrô São Joaquim (em breve)

Fale com a gente pelo telefone ou WhatsApp
 

(11) 3569-6642 • (11) 2096-5794 • (11) 94185-2591


contato@nidos.work

  • Facebook
  • Instagram

Jardim Paulista - São Paulo - Brasil

Copyright © 2019 Nidos.Work Coworking. Todos os direitos reservados.